A vida dos outros é dos outros

Vivemos uma geração que se preocupa mais com o que acontece com a vida dos outros do que com a própria vida. Morremos e sofremos porque a Fátima Bernardes e Willian Bonner se separaram. COMO PODE? ELES SÃO PERFEITOS JUNTOS! DESACREDITEI DO AMOR! CANSEI DE MENTIRAS!

Nossa, e Angelina Jolie e Brad Pitt, largaram também? NÃO ACREDITO! ANGELINA É MARAVILHOSA! BRAD NÃO PODE LARGAR DELA! BRAD PITT? QUERO! MEU DEUS, OS DOIS ERAM PERFEITOS! DESACREDITEI DO AMOR!

Olha querida, tenho uma coisa pra contar pra você: a vida dos outros, diz a respeito a somente ele! Imagina que saco você ter que viver uma vida frustrada de um relacionamento que não dá mais certo só pra não virar meme nas redes sociais? Imagina você ter que viver casado com alguém só pra não frustrar o que a pensa pensa sobre o amor ( pessoas bonitas, bem sucedidas e ricas juntas sempre) ? Tá na hora da gente parar de fazer feio e começar a se preocupar mais com a própria vida, sabe ? Porque só depositamos todas as nossas forças e crenças em outro ser que não conhecemos e não faz noção da nossa existência quando estamos ruins demais pra acreditar em nós mesmos…

Bonner se separou? Que ele seja feliz, não nasceu grudado e se ele já superou é impossível que todos nós não superemos. Brad tá sozinho? Não é por isso que envolve traição não. O amor pode ter esfriado e aí é melhor cada um ir pra um lado sim pra que o carinho não vire ódio. Qual o problema? O que eles viveram nunca ninguém saberá e o fato de ter acabado não significa que não foi real! Foi, mas acabou. E sabe a vida? Ela é feita de finais. Finais. Recomeço. Ela é um ciclo.

E sabe mais uma coisa? A gente só consegue focar na nossa vida quando paramos de viver pela dos outros. Se Willian e Fátima se separam não acredito mais no amor. Se Angelina e Brad divorciam é porque os onze anos de casamento foram mentira. É difícil viver quando a vida dos outros é mais interessante que a sua própria e pior: quando a desgraça, ou a liberdade alheia definem o que você pode ou não sentir… Triste é quem pensa que precisa do relacionamento do outro pra acreditar que pode ter um!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge