Sofra mas não faça isso para sempre

Sofra…Se permita sofrer mas não para sempre. Permita que dia ou outro você fique embaixo das cobertas tendo uma xícara de café e o celular de companhia. Ou talvez nem isso. Apenas só você. Se permita chorar de vez em quando, chorar alivia. Se permita ouvir a música mais triste que conhece e trazer à tona todas as lembranças que te doeram um dia ou que ainda doem. Permita que você sinta intensamente tudo que sofreu e as pessoas que teve que deixar ou que te deixaram pra trás. Sofra nos dias nublados e levante nos dias de sol. Sofra quando estiver muito difícil mas levante para ir tomar um banho nos dias impossíveis.

Permita a si mesma que seu coração pare por alguns minutos sentindo aquele soco no estômago mais uma vez, aquela saudade dolorida, aquele sonho que não deu certo… Mas não deixe que isso dure mais de um dia. Você precisa levantar, enxugar as lágrimas e ver que a vida continua, por mais que, vez ou outra, você prefira que ela tivesse parado. E sabe porque ela continua? Porque ainda existem propósitos na sua vida, porque você ainda vai realizar seus sonhos, porque ainda existem motivos que te façam sorrir. Mas pra isso, meu amor, você precisa decidir viver.

Não, eu não falo isso como se fosse fácil. Eu sei que às vezes debaixo das cobertas é o lugar mais seguro. Mas isso vai te deixar cego para as pequenas coisas… Já parou pra pensar que talvez uma florzinha no meio do seu caminho pra casa pode ser um detalhe pensado por Deus pra te fazer lembrar que você é amada sim mesmo que não seja por você mesma ?

Os pequenos detalhes precisam te lembrar que você faz parte de algo maior e que toda dor que um dia você sentiu serve pra que você se torne melhor, mais forte e ainda mais amada. Você pode não ver, mas é mais amada a cada dia. A dor precisa ser sentida mas não pra sempre! Se permita assistir sua série favorita, dançar sozinha no seu quarto ao som daquela música que te anima e a ficar horas em frente ao computador vendo fotos de bichinhos fofinhos. Mas dê um basta a dor porque a felicidade bate à porta. Você já sofreu demais; é hora de deixar ela entrar!