Perca o controle

A vida é estranha. Você passa toda sua existência, ou uma parte dela, tendo total certeza que tem controle sobre tudo. Você tenta definir cada um dos seus passos e cria estratégias pra que as rédeas não saiam da sua mão. Você acredita fielmente que tudo está indo pra onde você imaginou que deveria ir. Você tem certeza que as coisas só estão acontecendo porque você, praticamente o coentro do universo, permite que aconteçam.

Mas tem um momento, um instante, que você perde o controle de tudo e percebe que na verdade nunca pode controlar nada. Você descobre que a vida é feita muito mais de surpresas que de momentos previsíveis, marcados e percebe que chega uma hora que você não consegue controlar nem a si mesmo mais. Quando você vai ver já está perto do abismo. Do abismo de todos aqueles sentimentos que achou que nunca teria e de dúvidas de coisas que antes eram sua certeza. Você olha para tudo que pensava controlar e percebe que tentou fugir muitas vezes para que talvez as coisas pudessem parecer mais fáceis. Só que o problema é que fugir não resolve. E para bem da verdade, só atrasa. Atrasa porque você vai insistir em repetir pra si mesmo que está controlando sendo que na verdade isso já se foi há tempos.

Você percebe que na verdade a vida é incontrolável e que se realmente pudesse fazer algo a respeito daria tudo errado porque o amadurecimento vai te mostrar que você não é bom o bastante para manter as coisas girando no seu próprio umbigo e mesmo que fosse isso não permitiria que coisas boas acontecessem. E quando você entende tudo isso aprende a deixar que a vida te mostre onde deve estar e descobre que o presente é exatamente onde você deve ficar. É hora de parar de olhar pra trás.