É preciso arrumar a casa

É preciso arrumar a casa. Colocar uma roupa limpa, pentear o cabelo, escovar os dentes e calçar os sapatos. É preciso resolver a bagunça e arrumar a casa. É preciso decidir o que vai e o que fica, por mais difícil e dolorido que isso seja, algumas coisas precisam ir. Você precisa se dar conta que a bagunça só você pode arrumar. A casa é sua, quem tem que arrumá-la é você. Não, não dá pra terceirizar, nem a arrumação e nem os sentimentos.

E sabe, a vida precisa seguir, é isso que ela sempre faz. Se a cara estiver desarrumada, a vida não vai querer saber e vai continuar seguindo mas vai bagunçar outras casas, cômodos intactos e vai te fazer querer desistir. Já percebeu que quando a bagunça é grande a vontade é de fechar a porta e nunca mais voltar lá ? Só que o problema é que a bagunça vai continuar lá, mesmo que você não esteja olhando. Ela vai estar lá esperando que você abra a porta pra cair aos seus pés. Então é melhor encarar. Pega esse frio na barriga e usa pra enfrentar a vida! Coloca o coração na mão e continua!

Sacode a poeira, joga fora o que não te serve mais, doa o que tiver utilidade para outros mas o que não te pertencer mais, o que não combinar mais com você, manda ir embora! Sabe, a vida não espera até que arrumação acabe. Ela não vai esperar você analisar cada um dos cômodos, ela não vai te dar tempo. Mas é que a vida é assim mesmo: impaciente, mutável e intensa. É isso que ela é, sem pausas para que você sente para descansar no meio da bagunça.

É preciso tirar o tapete do lugar, jogar fora a sujeira que estava escondida lá porque uma hora ela aparece e aí o acumulado pode ser grande demais. Arruma a casa viu? Arruma antes que a vontade seja de fechar a porta e nunca mais voltar lá!