Amor próprio: 05 coisas que você precisa saber

Hoje falamos muito sobre amor próprio e ao mesmo tempo somos cobrados constantemente a viver esse conceito. Ele é induzido quase goela abaixo. A verdade é que o caminho do amor próprio e autoestima é longo e demorado. Não aparece do dia para a noite. Mas ainda assim é um processo de libertação e todo processo de libertação é positivo. Nesse caminho você terá algumas lições:

01- Não é sobre como as pessoas te vêm, é sobre como você se vê

Muita gente fala: ” nossa, mas você é tão bonita (o), tem que se amar!”, o negócio é que amor próprio e principalmente autoestima não está ligado à forma que as pessoas te veem e sim, à maneira como VOCÊ se vê. Não está intimamente ligado a elogios mas sim em que, apesar dos elogios, você mesmo não se enxerga como as pessoas te enxergam e acaba se sentindo inferior, incapaz e despreparado a amar algo que não admira: você.

Dizer que uma pessoa é bonita pra ajudar na autoestima não resolve muita coisa. Melhor que olhar pro exterior é elogiar o interior de alguém que está no processo de autoaceitação. Provavelmente, ela vai achar que o elogio a beleza no geral é da boca pra fora – porque ela não enxerga da maneira que você enxerga – enquanto o elogio a algum feito vai ganhar um espaço especial.

02- Você não merece ser amado só se se amar primeiro

Escutamos muito por aí que só podemos ser amados quando nos amamos. Só encontraremos o amor da vida quando estivermos completamente bem e feliz sozinhos e com tudo que somos.

Mas o que acontece é que, ao falar isso pra uma pessoa com baixa autoestima, só reforçamos ainda mais dentro dela a ideia de que ela não merece amor. E ao mesmo tempo vamos contra todo discurso de amor que nos mostra que Deus nos ama apesar da nossa fraqueza. Ou só merecemos o amor Dele quando estamos completamente sarados e curados? Não! A Bíblia nos diz que Deus nos amou quando éramos ainda falhos, como diz em Romanos 5:8.

Se Deus – que é perfeito –  nos amou na nossa imperfeição, porque nós, imperfeitos não podemos amar outros tão imperfeitos quanto nós? 

Quando continuamos falando que só seremos amados quando nos amarmos estamos dizendo pro outro que é fácil, “SE AMA AÍ” e sabemos bem que não é assim.

03- Amor próprio não é egoismo. Mas não é fácil entender isso.

Outra coisa que repetimos por aí é que amor próprio não é egoísmo e tudo bem se escolher primeiro. Geralmente, quem tem problema com isso sabe de cor essas frases, o problema é aplicá-las.

Mesmo sabendo que deveria se amar primeiro a pessoa tem tanta dificuldade em fazer isso que não consegue. É simples e doloroso então não continue repetindo frases clichês: ela conhece todas, só não consegue aplicar.

04- Baixa autoestima é reflexo da busca pela perfeição

A baixa autoestima está intimamente ligada à cobrança excessiva. Quando a pessoa se enxerga de maneira distorcida, na maioria dos casos é porque busca uma perfeição inalcançável e aí não falamos apenas da busca pela perfeição do corpo ( que pode gerar um transtorno alimentar) mas também em relação a tudo. A nunca se sentir completamente suficiente pra alguma coisa ou alguém. Seja suficientemente inteligente, engraçado ou qualquer outra coisa.

A busca pela perfeição – que não existe – faz com que a pessoa se cobre cada vez mais e se enxergue cada vez menos.

05- É um processo e tem recaídas

Entre as coisas mais difíceis de entender sobre processos é que eles tem altos e baixos. E levam tempo. A busca pela autoaceitação e autoestima são processos que exigem um passo de cada vez e por isso podem gerar recaídas. Recaídas apesar de dolorosas são boas e tudo bem acordar um dia mal.

Não somos robôs e não conseguimos programar nossas emoções. Mas, sobretudo, as recaídas nos fazem levantar de novo e essa é a maior beleza dos processos.

Você não precisa de um amor

Você não precisa de um amor o que você precisa é de se amar. Você não precisa de alguém para estar do seu lado para compartilhar todos os momentos com você, o que você precisa é se bastar. Você precisa se bastar a tal ponto que ser solteira não seja um problema e um desespero. Você precisa se bastar tanto que a sua melhor companhia seja você mesma. Você não precisa de um amor intenso que te encha de borboletas na barriga e que te deixe sem ar, o que você precisa é se olhar no espelho e se apaixonar.

Eu não sou contra o amor. Ame o outro também. Amar é bom. É maravilhoso ter alguém que fique do seu lado na calmaria e na tempestade, que te ache linda de camiseta larga ou de vestidinho preto mas você só vai enxergar o amor se encontrá-lo dentro dos seus próprios olhos. E olha, se você ainda não consegue fazer isso, tenha certeza: o amor direcionado ao outro também não dará certo. O amor só é amor quando ele sabe o que amar o que conhece de verdade e bom, ninguém conhece mais você que você mesma. Você sabe suas lutas, suas batalhas diárias, seus defeitos mas também precisa conhecer o que há de lindo aí dentro e não me fale que não tem nada. Cada pessoa é um mundo lindo a ser desvendado e só será amor quando você descobrir isso. Aí esse mundo vai se tornar tão interessante pra você que irá despertar interesse no outro. E cara, enquanto isso não acontecer, siga se amando. Siga entendendo que você é incrível mesmo que não tiver alguém do seu lado. A autossuficiência é o amor mais lindo que se pode achar.

Você não precisa de um amor destinado ao outro. Você precisa de um amor pra você, pra que em cada tombo que der  lembrar que você é mais que tudo isso e que se cair de novo, vai se levantar. Afinal, não é isso que você tem feito?

Amável é o que VOCÊ é!

Ei garota, tenho uma coisa pra te contar! Talvez você não acredite, talvez já tenha ouvido tantas vezes o contrário disso que passou a acreditar no que os outros falam! Pare. Respire. Leia com carinho. VOCÊ É AMÁVEL. É sério, você é muito amável! Você foi, é e sempre será amada! Por Deus, por sua família, por seus amigos. Você está cercada de gente que te ama. Olhe em volta!

 Eu sei que você já escutou várias vezes que te amar é difícil mas pare de deixar isso interferir em quem você é, em como você se vê. Você tem uma identidade linda. E única. Só sua! Imaginou quantas meninas queriam ter seu cabelo? E quantos meninos queriam segurar a sua mão? Você é amável! Você é cheia de amor e isso basta! Pare de acreditar quando te dizem que você é complicada. Você não é! Você apenas é você e cara, vai aparecer alguém que não vai ligar pro que todo mundo fala, vai segurar sua mão e te mostrar que sim, é completamente fácil te amar. E que não, não precisa ser um peso.

Você é tão incrível! Uma pena que ainda não tenha descoberto… Mas relaxa, um dia vai chegar alguém que vai te fazer se sentir tão amável e vai te mostrar que isso não é complicado, vai te dizer que é bem fácil te amar. Porque é. Você trilhou seu caminho colocando sementes por onde passava e uma hora a semente vira flor. E quem sabe aí floresça no seu coração que você é perfeita do jeito que é. Quem saiba um dia você passe a acreditar quando falam que você é linda. Quem sabe um dia você acredite que você é muito inteligente e que não, não é difícil te amar. Você é amável! Você sempre será amada mas precisa começar por você!

 

Nós não precisamos de selfie

A verdade é que nós não precisamos de selfie. Nós precisamos de amor! Amar mais e ser mais amado… Sabe quando eu tenho certeza que o dia, o passeio, o rolê foi incrível ? Quando não tivemos tempo para tirar fotos. Imagina que coisa chata parar um momento especial pra tirar uma foto com biquinho ?

Nós não precisamos de selfie. Nós precisamos de amor próprio, um amor tão grande a ponto de não ser condicionado a quantidade de curtidas que recebemos no facebook, ou o número de seguidores que ganhamos no instagram e quantos retweets tivemos no twitter. Na verdade quando se é feliz com si mesmo, com sua imagem, seu caráter e quando a gente sabe o quanto lutamos e ainda estamos lutando pra chegar até aqui quem somos online não é mais importante do que somos offline.

Não precisamos competir quem teve mais comentários na foto de perfil porque na verdade, metade das pessoas que estão escrevendo ali só querem te lembrar que estão por ali – e que se possível, comente de volta minha foto de perfil tá ? Nós não precisamos da aceitação do outro, tirar uma foto diferente e revolucionária do nosso próprio umbigo para mostrarmos que somos lindas! Seremos lindas se nos aceitarmos lindas! Se olharmos pra nós mesmos sem os estereótipos e correções que fazemos pro mundo ver. Quando aceitamos quem somos nossa beleza resplandece aos outros e passamos a ser muito mais bonitas – naturalmente e sem selfie- para cada um que passar do nosso lado. Seja até mesmo em uma segunda feira, sem maquiagem, indo pro trabalho. A beleza de dentro sempre vai ressaltar a beleza de fora.

Não precisamos viver com medo de perder o momento da foto, porque nisso perdemos o momento. Não precisamos ir a um teatro preocupados em gravar, tirar fotos e mostrar pros outros o quão legal sou por estar ali. O que precisamos é assistir e aprender mais. Nós não precisamos de uma selfie cada vez que encontrarmos nosso namorado (a), o que precisamos é estar juntos de verdade. Sem redes sociais e não só de corpo presente, mas de coração também.

Nós não precisamos de selfie. Nós precisamos de amor. Porque quando o amor é muito ele não deixa espaço pra outras coisas e aprendemos que a imagem que as pessoas tem da gente – seja ela como uma pessoa que tem mais de 200 curtidas na foto ou como alguém que não consegue nem 50- não faz diferença. Porque a aprovação/ admiração e respeito que temos por nós mesmos nos torna tão grandes que nos faz maior do que pequenas telas.

LOVE YOUR SELFIE