Dicas de viagem – Visto & passaporte

Nessa série de dicas de viagem achei importante falar sobre vistos e passaporte. Bom, o que você precisa saber é que eu posso te falar dos lugares que já conheço mais uma vez. 

Passaporte

O primeiro passo é sempre fazer um passaporte. Mesmo que alguns países não exijam o documento, considero importante porque com ele nunca tem problema de identificação. Países do Mercosul não exigem passaporte e é possível visitar só com identidade. Porém é aconselhável, se for possível e viável pra você, preparar o passaporte. 

O processo é simples, porém pago. 

Primeiro você vai precisar acessar a plataforma do Governo Federal – Passaporte. Lá você preenche uma guia e marca atendimento. Dica importante: fiz em São Paulo, capital e em Varginha, no Sul de Minas quando venceu. São Paulo é demorado e muito lotado, em Varginha gastei menos de 5 minutos. Então procure lugares e cidades que possam ser menos lotados, vale a pena. 

Acontece que pra marcar o atendimento é preciso pagar uma guia para a união de 260 reais. Você também vai precisar separar RG, CPF, Comprovante de residência, Certidão de nascimento,  título de eleitor e comprovante de votação da última eleição, primeiro e segundo turno. Para fazer o agendamento é só entrar aqui.

Com os documentos em mãos e agendado o atendimento você precisará apenas estar na hora marcada com o comprovante de pagamento da guia. Lá, pegarão seus documentos e depois te encaminharão para conferir os dados e tirar uma foto. Pronto. Agora é só voltar dali 12 dias para a retirada do passaporte. Atenção: a retirada é feita somente por você com o protocolo do último atendimento, pois você precisará assinar o documento. 

Visto

Depois do passaporte, se sua ideia é viajar pros EUA, o próximo passo é tão temido visto americano. Calma, não é bicho de sete cabeças, você precisa apenas de atenção. 

Primeiro vai preencher uma guia no site da embaixada americana, o chamado DS-160 – clique aqui para abrir a guia do site americano. Essa guia terá seus dados e algumas perguntas sobre você ser ou não terrorista. Também será gerada uma guia de pagamento só que essa é mais cara, de U$160 dólares. Isso, varia de acordo com a cotação mas de acordo com uma cotação do dólar a 4 reais, daria 640 reais. Salgado, né?

Depois da guia paga você consegue agendar a entrevista no consulado americano. O problema do visto, além do valor alto da guia, é que o processo é mais demorado. Serão dois dias em lugares diferentes para entrega de documento e entrevista. 

No primeiro agendamento você precisa levar todos os documentos solicitados, guia paga e esperar em uma fila para que seja chamada, os documentos sejam checados e uma foto seja feita. 

No segundo agendamento é a tão assustadora entrevista com o consulado americano. Lá irão te perguntar coisas da sua vida, propósito de conseguir o visto e coisas nesse sentido. Dica importante: leve documentos que comprove a sua necessidade de voltar ao Brasil, passagem de ida e volta, endereço de hospedagem no país. Ficar calmo também é importante porque eles realmente só querem saber seu propósito em ir pra fora do Brasil, se houver dúvidas sobre as possibilidades de volta ao Brasil, é claro que o visto pode ser negado. 

Depois da entrevista, o entrevistador vai informar se a solicitação do visto foi concedida ou não. Então é só esperar o documento chegar na sua casa. 

E aí, alguma dúvida sobre esses processos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.