Feliz dia das mulheres?

Se a gente precisa de um dia internacional pra saber que as mulheres devem ser respeitadas e dever ter os direitos básicos assegurados é porque muitas mulheres precisaram ser infelizes. Não é um pouco estranho pensar que PRECISA existir um dia para que as mulheres sejam minimamente ouvidas? Isso é um sinal claro que, em todos os outros 364 dias mulheres são caladas, oprimidas, espancadas e mortas. Isso é o machismo e isso é a necessidade de lutar, nem que seja um pouco, por um mundo mais igualitário.

Mas quando surge o Dia das Mulheres?

O começo de tudo acontece em 1909 quando algumas mulheres decidem ir às ruas dos Estados Unidos para lutar por seus direitos. Nesse contexto, as mulheres trabalhavam muitas horas a mais (chegando a 15 horas trabalhadas) que os homens e ganhavam muito menos que eles. Além disso, elas NUNCA ocupavam cargos de chefia. Com essa primeira passeata, as mulheres francesas também tomaram coragem e saíram às ruas para lutar por direitos. As mulheres também não tinham o direito de voto até então.

É importante lembrar que nesse contexto o feminismo ainda era muito elitista. As mulheres brancas saiam às ruas para lutar por direitos no mercado de trabalho enquanto as mulheres negras nem podiam trabalhar fora de casas de famílias. Enquanto as mulheres negras ficavam nas casas cuidando das crianças, as mulheres brancas saiam às ruas. Por isso o início do movimento feminista foi considerado elitista e depois teve seus desdobramentos para abraças TODAS as mulheres de fato.

O fato em questão é que, já empoderadas por ir às ruas essas mulheres começaram a se unir e em março de 1911 um acontecimento cruel e trágico deu ainda mais força ao movimento: um incêndio numa fábrica têxtil de Nova York matou 123 mulheres que trabalham em condições precárias, com equipamentos sem nenhuma segurança, longas jornadas e sem direito à licença maternidade, por exemplo. Essa tragédia foi um alerta para outras mulheres. Quantas morreriam mais ?

Dia 08 de março

Apesar do movimento feminista americano já estar decidido a celebrar as mulheres em um dia específico, foi um acontecimento russo que de fato oficializou o dia. No dia 08 de março de 1917 em plena Primeira Guerra Mundial, operárias de indústrias têxteis entraram em greve. Elas lutavam não só por condições trabalhistas, mas por comida, pela volta de seus maridos da guerra e também contra o Governo. Essa greve foi o estopim para a Revolução Russa.

A partir de então, todo dia 08 de março passou a ser um lembrete que as mulheres importam.

Mas como é isso hoje?

A luta continua. Ainda hoje as mulheres precisam lutar pelo básico: ganhar o mesmo salário que homens que ocupam o mesmo cargo, serem levadas a sério não pela aparência e sim pelo que são de fato, lutam contra os padrões opressivos, contra o medo de sair na rua, contra assédio e contra o feminicídio.

Aliás, só esse ano foram mais de 200 casos de feminicídio. Se você não sabe, feminícidio é um crime de ódio motivado simplesmente por as vítimas serem mulheres.

Os dados atuais mostram que UMA MULHER É MORTA A CADA DUAS HORAS NO BRASIL.

Então, de fato o que as mulheres precisam não são flores no dia 08 de março.

Como podemos mudar essa realidade

Para os homens: 

Sabe aquele menina que você achou bonita na rua? Não assobia pra ela não. Não faça absolutamente nada que fará ela se sentir um objeto e constrangida. Isso não fará que ela volte e queira viver um romance com você. Isso fará apenas que ela sinta NOJO de você. Não é pela sua mãe, pela sua filha, pela sua irmã. É porque ela é uma mulher e merece RESPEITO.

Viu um brother tratando mal a namorada? Mete a colher sim! Fala pra ele parar, fala que não tá legal e que ele tá sendo um babaca. Chame a polícia! Não deixe que o sangue de mais um feminicídio caia enquanto você assiste.

Também, respeite. Não é não. Ela não quis? Alguém vai querer! Não culpe a menina. Não fale que ela não presta, é louca, tava querendo, provocou. Seja homem e respeite.

Para as mulheres:

Não culpe outras mulheres. Não seja aquela que aponta e sim aquela que empodera. Seja amiga, seja acolhedora e escute outras mulheres. Siga mulheres, compre coisas de mulheres, leia, escute e exalte mulheres. Seja você uma motivadora de mulheres.

E mais uma vez: não se omita em casos que acontecem do seu lado. Proteja suas amigas de entrar em estatísticas de feminicídio. Meta a colher. Não deixe passar.

Acredite que pode! Ocupe lugares, tome espaços, acredite na sua voz! Empodere-se para empoderar outras!

Empodere-se!

Quero deixar aqui algumas coisas para te empoderar. O primeiro é esse post sobre a Reforma Protestante só com mulheres que mudaram o contexto. Clica aqui. 

Segundo:já assistiu o filme da Frida? Tem na Netflix, é forte, lindo e empoderador!

Terceiro: quer entender mais sobre o feminismo? Se inscreva no canal da Victoria Ferreira porque ela explica os temas de forma bem fácil. É só entrar na playlist aqui. 

Quarto: tem o post que escrevi ano passado nessa mesma data, aqui. 

É isso, até mais e empodere mulheres ( seja você homem ou mulher)!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.