Demi Lovato e saúde mental #PrayForDemi

A Demi Lovato é uma das maiores artistas da atualidade. Ela começou tudo muito cedo. Faz parte do elenco da Disney Channel desde que era uma criança, começou muito cedo a fazer sucesso como atriz e cantora sendo ainda uma criança de 8 anos. Estourou com 17 quando foi protagonista da Camp Rock com os Jonas Brothers. Isso tudo parece ser incrível, afinal, quem não quer um pouco de fama e de sucesso – e dinheiro também ? Mas o fato é que não foi o sucesso que veio cedo. Vieram também as pressões, o contato com um mundo que seria muito melhor não ter conhecido. Vem o vazio também, as pessoas estão do seu lado porque gostam de você ou pelo que você pode proporcionar por causa da fama e do interesse que as pessoas tem em você ?

Quando eu paro pra pensar em famosos que tiveram problemas psicológicos, que surtaram de alguma forma eu penso que talvez isso aconteça porque nós não conseguimos enxergá-los como pessoas reais, que sentem dor, que sofrem… Tudo isso porque, na nossa cabeça, condição financeira compra saúde mental.

Demi Lovato e saúde mental

Eu sempre fui muito fã da Demi. Já até escrevi uma matéria pra uma Revista sobre ela, a matéria inclusive tá aqui no blog . 

No começo do blog também escrevi sobre ela aqui. Tudo isso porque pra mim ela sempre foi uma pessoa forte. Imagina só, uma menina que começou cedo uma carreira de sucesso passando pela adolescência – uma fase que nos questionamos quem somos, porquê e qual a nossa diferença no mundo – apegada ao pai que acaba escolhendo as drogas e bebidas no lugar da família? Imagina ainda uma adolescente de 17 anos que tem todos os olhos voltados pro seu corpo quando nem ela mesma se aceita? Imagina ter que ouvir: “Demi engordou. Da forma depreciativa como os tablóides de notícias fazem sendo que ela luta a vida inteira contra a bulimia nervosa?

O que nós não percebemos é que não importa quem somos, qual a posição social… Cada pessoa luta uma batalha que a gente não conhece. E saúde mental tem muito mais a ver com sentimentos internos do que externos. Não é sobre como as pessoas te vêm, é como você se vê e isso não tem a ver com outro. Por isso empatia muda o mundo. Quando paramos de julgar e passamos a abraçar as pessoas a percepção que elas tem delas mesmas, muda.

Deixo o documentário da Demi Lovato pra você entender um pouco mais sobre as batalhas e as lutas dela. É um documentário que fala sobre bulimia, transtorno bipolar, uso de drogas, abandono paterno, cobrança de perfeição. É realmente forte e pode mudar a sua percepção sobre os transtornos mentais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CommentLuv badge