Resenha- Orgulho&Preconceito

Uma forma de me sentir útil a mim mesma é tendo minhas leituras em dia então digamos que estou bem feliz de terminar esse livro que lhes vou contar hahah.

Orgulho e preconceito – Jane Austen

O livro Orgulho e Preconceito é bastante conhecido. Foi publicado, originalmente em inglês como Pride and Prejudice, em 1797. Sim, muito tempo!

Jane Austin nasceu na Inglaterra em 1775 e é um dos maiores nomes da literatura inglesa, do ladinho de Shakespeare. Jane publicou seu primeiro livro ainda com 17 anos.

Justamente pela época em que o livro foi escrito e pela época que ele relata, a Inglaterra no século 18, a linguagem usada é muito diferente dos romances de hoje. Tem um toque muito bonito.

Essa edição que eu li foi feita em 2017, então é bastante bonita, com uma capa que eu fiquei apaixonada e o preço foi apenas 15 reais.

O livro

Vamos ao livro então!

O livro relata as relações do século 18, principalmente sobre a importância do casamento pra época. Toda trama gira em torno de Elizabeth e sua família.

Conta o desespero da mãe de Eliza para que todas as 5 filhas casem bem – e cedo. O interessante dessa história é perceber como hoje, graças a Deus rs, as coisas mudaram em relação à necessidade de um casamento.

É muito claro no livro que naquela época as pessoas se casavam mesmo sem se conhecer direito, só pela necessidade de fazer um bom casamento, com famílias que se conhecem e que possam agregar financeiramente.

A história de Eliza e suas irmãs retratam o desespero de um delas para casar logo, de outra em conquistar o amado e de Eliza de de fato ter alguém legal por perto.

É engraçado perceber o quanto mudamos, o quanto evoluímos como humanidade. A história retrata uma época em que a comunicação era feita por carta, o transporte era feito por carruagens e o beijo era só quando os dois estivessem casados.

Confesso que achei o começo um pouco parado, mas do meio ao final do livro foi uma leitura que gostei e me apeguei bastante aos personagens. É uma leitura muito gostosa e que te faz imaginar casas e roupas de época, paisagens da Inglaterra e jardins floridos!

E você, já leu esse livro ou algum outro da Jane Austen?

flipoços - escritoes locais

Flipoços – Feira Nacional do Livro

Flipoços – escritores locais

Para quem é da minha cidade, Poços de Caldas, no Sul de Minas, sabe que aconteceu recentemente a Feira Nacional do Livro. Esse é, eu acredito, o maior evento de Poços e também uma das maiores Feiras Nacionais do Livro!

E olha, pra quem está realmente envolvido, acompanha as palestras é um evento sem descanso! Hahaha As palestras acontecem de manhã, à tarde e à noite e ainda tem muitas oficinas e outros eventos em pontos da cidade que também englobam o Flipoços! É uma loucura boa!

Posso falar isso porque esse ano fiquei no estande de escritores Poços Caldenses e digo  que é uma experiência incrível! Além da oportunidade de expor o nosso trabalho em um evento grande como esse e poder vender de pertinho pros leitores, é uma ótima maneira de conhecer outros escritores, trocar experiências e aprender muito!

Segurando meu livro no mural do Flipoços

Ah, se você não sabe que eu sou escritora, leia sobre o meu livro AQUI e se quiser comprar é só acessar esse link AQUI.

Produções locais

Uma coisa que merece destaque é poder experimentar daquilo que é produzido perto da gente. Cometemos um erro muito grande de dar valor apenas a escritores e produtores de uma forma geral que sejam de cidades grandes e até mesmo outros países, mas o fato é que perto de nós há produções incríveis e coisas boas sendo produzidas! Precisamos começar a olhar com carinho para o que é local.

Tive a oportunidade de falar um pouco sobre meu livro e isso de ser autora independente para a EPTV e você pode conferir essa entrevista:

http://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/bom-dia-cidade/videos/t/edicoes/v/autores-da-regiao-sao-destaque-na-flipocos/7587590/?fbclid=IwAR27LpZHyB_5I6pEE85sEeZdXnnGskmXyC5venY9XLUgVvjAdecKPrzTIA0

Ainda tenho mais posts para fazer sobre a Feira do Livro! Claro que saí cheia de livros lindos que merecem ser compartilhados por aqui hahaha

Enquanto isso, você pode ficar com o Podcast Rabiscos que faz um apanhado geral sobre como foi esses dias, é só clicar AQUI.

Favela mostrando que vota certo é sobre o outro

Vota certo, por favor!

Vota certo dessa vez! Sabe qual o problema de que você não leia a proposta dos candidatos à presidência? É que isso interfere na minha vida também. Sabe o pior de interferir na minha vida? Interfere na vida do morador de rua, do usuário de droga, da mulher negra pobre. Do adolescente órfão que mora na favela. Da professora de escola pública que apanha do marido mas precisa dele porque o salário dela é baixo demais pra manter as duas filhas. Interfere na vida do carcerário que é visto como um bicho mas que também tem pai, mãe, irmão, amigos e quem sabe até uma esposa.

Interfere na vida da mulher que foi estuprada. Interfere na vida do jovem negro que só tá cursando medicina porque conseguiu entrar na faculdade por causa da cotas. Interfere na vida da mulher que é da umbanda e tem suas coisas quebradas por causa de intolerância religiosa. Interfere na vida da mãe solteira. Interfere na vida daquele cara que sonha em montar uma empresa mas não tem dinheiro pra ir pra faculdade nem de transporte público. Interfere na vida da menina que sai de roupa curta e as pessoas colocam o assédio como culpa dela. Interfere na vida de quem não tem dinheiro pra comprar comida. Interfere na vida de quem não tem casa mas sonha em construir uma família. Interfere na vida do cara que saiu da cadeia mas que não consegue emprego e por isso volta pro crime. Interfere na tua vida também!

Vota certo dessa vez!

Não vota em candidato que usa o nome de Deus pra propagar ódio, não! Ou você realmente acha que o seu Deus não olharia pra essas pessoas com olhos de amor e misericórdia?

Não vota em candidato que acha que é melhor matar do que tentar recuperar! Foi por caras como esse que Jesus foi morto. Não vota em candidato que diminui as mulheres por achar que submissão bíblica é aceitar que só um homem seja seu chefe. Jesus apareceu primeiro pra uma mulher.

Não vota em candidato que fala ser pró-vida porque não aceita a legalização do aborto mas diz que o porte de arma deve ser legalizado. Qual a relação entre deixar viver um feto e matar um adulto/criança/jovem ou adolescente?

Não deixa o nome de Deus ser dito em vão.

Não deixa que a lei fale mais alto que a graça e que o ódio grite mais forte que o amor! 

Tem muita gente se dizendo de Cristo mais agindo em ódio, preconceito e rancor. E olha, se você não consegue olhar para o ex detento com amor então é porque ainda não entendeu que a graça de Deus é a mesma, você não merece mas Ele te olha com amor. Qual a diferença entre o cara que cometeu um crime e foi preso de você que comete um pecado? Ele pagou sua dívida enquanto você ainda caminha em morte.

Vota certo porque o seu voto interfere na vida de quem tem menos que você e de quem ainda não conheceu a graça que você conhece. Ou será que Jesus reflete nos olhos de pessoas que escolhem por quem lutar? Vota certo porque a sua luta não é só pela sua família mas também por aqueles que ninguém olha, ou senão que tipo de Cristo você conheceu?

Vota certo porque voto não é sobre você.

É sério. Por mais que parece que seu mundo é grande e o único que merece atenção, não, votar não é sobre você. Votar é sobre quem tem menos condição que você. Principalmente menos comida, menos dinheiro, menos oportunidade, menos saúde, menos segurança, menos qualidade de vida. Porque o mundo é um lugar bem desigual mas a desigualdade social é algo que a gente só muda olhando pra além do nosso umbigo e mundo, estrategicamente montado pra estar no centro do universo.

Se você não conseguir lutar pelo menino de 12 anos que cometeu um assalto e por estar tão nervoso matou uma senhora a tiros, então não há vontade de mudar o mundo em você. O menino de 12 anos pode morar em condições precárias, estar em uma favela com tiros a todo tempo, nunca ter conhecido os pais e nem saber o valor da vida dele porque nunca ouviu que a sua vida valia e por isso era só mais uma senhora. Sabe qual o problema? Você não falou do amor de Jesus pra ele ainda.

De verdade, não defenda candidatos que sem prenda a muletas emocionais. Muletas emocionais são aquelas coisas que emocionam, que abraçam o nosso coração. Mais uma vez: o que adianta ser contra a descriminalização do aborto mas ser a favor do porte de arma, da redução da maioridade penal, de que uma mulher ganhe menos, de que um filho gay seja espancado ? Mas não é tudo forma de matar também ?

Votação é sobre olhar pro outro.

Sério, não é sobre você. Você que conseguiu entrar na faculdade particular. Você que tem pais. Você que tem amigos. Você que é hétero. Você que estou em escola particular. Você que consegue ir ao médico sempre que está doente e tem remédios pro tratamento. Você que conseguiu um emprego. Você que nunca viu tiro de perto ou viu um familiar ser assassinado. Mas voto não é sobre você. Então vota certo dessa vez, nem pelo amor e nem pelo ódio. Pelas propostas. Pela coerência. Pela tolerância. Porque tem gente cheio demais de si e vazio demais do outro. Como apoiar candidatos que não olham pro outro ou que olham apenas pra uma parcela da sociedade? O preconceito mata muito mais que o aborto e porque ninguém liga pra isso? 

Quer uma dica: aprenda mais sobre as eleições. Conheça os cargos, os poderes, as funções. Acompanhe os candidatos e não se deixe levar pelos discursos políticos que não são aplicados a vida deles. Perceba quem eles são fora do horário eleitoral obrigatório. Quem tem participação no legislativo. Quem foram antes de candidatos a presidência. Se não fizeram nada antes, jura que acha que farão depois?

A Jout Jout está fazendo uma série sobre as eleições em seu canal no youtube com explicações sobre tudo isso, a importância dos votos, aplicativos para acompanhar seus candidatos e muito conteúdo relevante.

ESPECIAL – GLOBO DE OURO

Moda é protesto!

O Globo de Ouro que premia os destaques da televisão e cinema foi palco de protesto contra o assédio sexual

Por  Gabrielle Barbosa

Está muito enganado quem pensa que moda é apenas sobre qual roupa usar. Moda é a forma de manifestação cultural de um povo, já provava a estilista francesa Coco Chanel quando criou as primeiras calças de alfaiataria e fez a sociedade ficar louca com sua rebeldia já que as mulheres só podiam usar saias e vestidos. Gabrielle Bonheur Chanel, lá nos anos 1913, tentava proporcionar às mulheres os mesmos direitos dos homens: o de usar calças. Sabe-se que hoje, as mulheres ainda buscam seu espaço na sociedade e mais que isso: tentam mostrar que não só tem espaço como também tem vontades, escolhas e tem voz. É a partir dessa ideia que surge o protesto no Globo de Ouro.

 

Time’s Up

Na 75° edição do Globo de Ouro, evento que celebra os melhores da televisão e do cinema norte-americano, as atrizes que cruzaram o tapete vermelho decidiram fazer um protesto chamado de Time’s Up ou “o tempo acabou” em português. O movimento é um fundo de defesa legal que já arrecadou milhões para dar apoio subsidiado a mulheres e homens que foram assediados em seus ambientes de trabalho.

Todas as indicadas à premiação estavam de vestido preto para atrair um olhar contra o assédio sexual e a discriminação em Hollywood e todo o mundo. No último ano, os casos de abuso sexual por parte de produtores, executivos e até atores se tornaram públicos e geraram movimentos para que as vítimas não se sentissem envergonhadas ou amedrontadas ao denunciar o assédio.

Tiffany & Co

A marca de jóias Tiffany & Co se comprometeu em um comunicado à imprensa a doar uma quantia em dinheiro para o fundo por cada celebridade que usou suas peças.

Gal Gadot usou brinco Tiffany & Co de 730 mil reais

LOOKS

Confira agora alguns looks total black – e nem sempre convencionais – que abrilhantaram a campanha e o tapete vermelho:

Angelina Jolie ousou de Atelier Versace. A atriz misturou transparência e plumas em um modelo todo esvoaçante.

Katherine Langford, indicada para o prêmio de melhor atriz com Hannah, de 13 Reasons Why compareceu ao evento com nada mais, nada menos que um vestido Prada.

Millie Bobby Brown, a atriz mirim de Stranger Things escolheu um modelo assinado pela marca Calvin Klein. Millie Bobby usou um vestido com volume na parte superior e mais ajustado – e curto – no resto do corpo. 

 

 (Photo by Jordan Strauss/Invision/AP)

Emma Stone escolheu Louis Vuitton. O vestido da atriz mistura tendências: corte geométrico, renda e transparência em uma produção de sucesso.

Kendal Jenner, escolheu um modelo de Giambatista Valli. O vestido mullet é para mulheres ousadas, como é o caso da irmã Jenner. Kendal escolheu volume e elegância para o look do Globo de Ouro.

P.S: esse texto eu fiz pra publicação da 16 edição da Revista Opaua de Poços de Caldas.

Flipoços: Feira do Livro de Poços de Caldas

Hello hello, já cheguei querendo contar da Flipoços 🙂

Esse ano vou acompanhar de pertinho a Feira do Livro de Poços pra trazer as melhores entrevistas, dicas e momentos para vocês!

MANO, esse ano vai ser surreal por vários motivos e um dos principais – pra mim- é que a Daiana Garbin estará em Poços! Pra quem não sabe, eu fiz um livro reportagem sobre transtornos alimentares e para fazer esse trabalho eu entrevistei essa maravilhosa! Pra quem não conhece  a Daiana Garbin, preciso te deixar dois links para conhecer mais sobre o trabalho dela: um é do site Eu vejo   o outro link é do Youtube ( e é muito maravilhoso!)

Mas e o Flipoços 2018?

Tá, tirando isso vamos falar um pouco mais da Feira do Livro!

Esse ano, o Festival Literário Internacional de Poços de Caldas terá como patrono Davi Arrigucci Junior. O tema deste ano será: “A literatura & os outros saberes” e acontecerá entre os dias 28 de abril e 06 de maio no Espaço Cultural da Urca!

Davi Arrigucci é crítico literário nascido na nossa vizinha, São João da Boa Vista. Foram a  proximidade com Poços e seus destaque no cenário literário que o fizeram o patrono da 13ª edição do Festival!

Arrigucci é professor aposentado de teoria da literatura da Universidade de São Paulo (USP) e autor dos livros O escorpião encalacrado (sobre Julio Cortázar), Humildade, paixão e morte: a poesia de Manuel BandeiraO cacto e as ruínas(sobre Manuel BandeiraMurilo Mendes e o modernismo brasileiro) e Coração partido (sobre Carlos Drummond de Andrade). Recebeu o Prêmio Jabuti pelo melhor livro de ensaios de 1979 (Achados e Perdidos) e o Prêmio APCA de 1987(Enigma e Comentário).

Trabalha atualmente na realização de uma trilogia de ensaios sobre as relações entre narrativa e experiência histórica na obra de três narradores: João Guimarães Rosa, John Ford e Jorge Luis Borges, sob o título geral de “Sertão Oeste Pampa”. Memórias e reflexões sobre este novo projeto intelectual vão ser matéria da palestra inédita que o professor Davi Arrigucci Jr. realizará no Flipoços no próximo dia 29 de abril, às 19h30, no Teatro da Urca em Poços de Caldas.

Para saber  mais!

Para saber mais sobre as atrações e dicas desse festival é só ficar de olho aqui no Blog!