ESPECIAL – GLOBO DE OURO

Moda é protesto!

O Globo de Ouro que premia os destaques da televisão e cinema foi palco de protesto contra o assédio sexual

Por  Gabrielle Barbosa

Está muito enganado quem pensa que moda é apenas sobre qual roupa usar. Moda é a forma de manifestação cultural de um povo, já provava a estilista francesa Coco Chanel quando criou as primeiras calças de alfaiataria e fez a sociedade ficar louca com sua rebeldia já que as mulheres só podiam usar saias e vestidos. Gabrielle Bonheur Chanel, lá nos anos 1913, tentava proporcionar às mulheres os mesmos direitos dos homens: o de usar calças. Sabe-se que hoje, as mulheres ainda buscam seu espaço na sociedade e mais que isso: tentam mostrar que não só tem espaço como também tem vontades, escolhas e tem voz. É a partir dessa ideia que surge o protesto no Globo de Ouro.

 

Time’s Up

Na 75° edição do Globo de Ouro, evento que celebra os melhores da televisão e do cinema norte-americano, as atrizes que cruzaram o tapete vermelho decidiram fazer um protesto chamado de Time’s Up ou “o tempo acabou” em português. O movimento é um fundo de defesa legal que já arrecadou milhões para dar apoio subsidiado a mulheres e homens que foram assediados em seus ambientes de trabalho.

Todas as indicadas à premiação estavam de vestido preto para atrair um olhar contra o assédio sexual e a discriminação em Hollywood e todo o mundo. No último ano, os casos de abuso sexual por parte de produtores, executivos e até atores se tornaram públicos e geraram movimentos para que as vítimas não se sentissem envergonhadas ou amedrontadas ao denunciar o assédio.

Tiffany & Co

A marca de jóias Tiffany & Co se comprometeu em um comunicado à imprensa a doar uma quantia em dinheiro para o fundo por cada celebridade que usou suas peças.

Gal Gadot usou brinco Tiffany & Co de 730 mil reais

LOOKS

Confira agora alguns looks total black – e nem sempre convencionais – que abrilhantaram a campanha e o tapete vermelho:

Angelina Jolie ousou de Atelier Versace. A atriz misturou transparência e plumas em um modelo todo esvoaçante.

Katherine Langford, indicada para o prêmio de melhor atriz com Hannah, de 13 Reasons Why compareceu ao evento com nada mais, nada menos que um vestido Prada.

Millie Bobby Brown, a atriz mirim de Stranger Things escolheu um modelo assinado pela marca Calvin Klein. Millie Bobby usou um vestido com volume na parte superior e mais ajustado – e curto – no resto do corpo. 

 

 (Photo by Jordan Strauss/Invision/AP)

Emma Stone escolheu Louis Vuitton. O vestido da atriz mistura tendências: corte geométrico, renda e transparência em uma produção de sucesso.

Kendal Jenner, escolheu um modelo de Giambatista Valli. O vestido mullet é para mulheres ousadas, como é o caso da irmã Jenner. Kendal escolheu volume e elegância para o look do Globo de Ouro.

P.S: esse texto eu fiz pra publicação da 16 edição da Revista Opaua de Poços de Caldas.

Flipoços: Feira do Livro de Poços de Caldas

Hello hello, já cheguei querendo contar da Flipoços 🙂

Esse ano vou acompanhar de pertinho a Feira do Livro de Poços pra trazer as melhores entrevistas, dicas e momentos para vocês!

MANO, esse ano vai ser surreal por vários motivos e um dos principais – pra mim- é que a Daiana Garbin estará em Poços! Pra quem não sabe, eu fiz um livro reportagem sobre transtornos alimentares e para fazer esse trabalho eu entrevistei essa maravilhosa! Pra quem não conhece  a Daiana Garbin, preciso te deixar dois links para conhecer mais sobre o trabalho dela: um é do site Eu vejo   o outro link é do Youtube ( e é muito maravilhoso!)

Mas e o Flipoços 2018?

Tá, tirando isso vamos falar um pouco mais da Feira do Livro!

Esse ano, o Festival Literário Internacional de Poços de Caldas terá como patrono Davi Arrigucci Junior. O tema deste ano será: “A literatura & os outros saberes” e acontecerá entre os dias 28 de abril e 06 de maio no Espaço Cultural da Urca!

Davi Arrigucci é crítico literário nascido na nossa vizinha, São João da Boa Vista. Foram a  proximidade com Poços e seus destaque no cenário literário que o fizeram o patrono da 13ª edição do Festival!

Arrigucci é professor aposentado de teoria da literatura da Universidade de São Paulo (USP) e autor dos livros O escorpião encalacrado (sobre Julio Cortázar), Humildade, paixão e morte: a poesia de Manuel BandeiraO cacto e as ruínas(sobre Manuel BandeiraMurilo Mendes e o modernismo brasileiro) e Coração partido (sobre Carlos Drummond de Andrade). Recebeu o Prêmio Jabuti pelo melhor livro de ensaios de 1979 (Achados e Perdidos) e o Prêmio APCA de 1987(Enigma e Comentário).

Trabalha atualmente na realização de uma trilogia de ensaios sobre as relações entre narrativa e experiência histórica na obra de três narradores: João Guimarães Rosa, John Ford e Jorge Luis Borges, sob o título geral de “Sertão Oeste Pampa”. Memórias e reflexões sobre este novo projeto intelectual vão ser matéria da palestra inédita que o professor Davi Arrigucci Jr. realizará no Flipoços no próximo dia 29 de abril, às 19h30, no Teatro da Urca em Poços de Caldas.

Para saber  mais!

Para saber mais sobre as atrações e dicas desse festival é só ficar de olho aqui no Blog!